Sancionada a Lei Geral de Proteção de Dados pessoais

Publicado por: Voxxel

A Lei Geral de Proteção de Dados – LGPD, foi sancionada (dia 14 de agosto de 2018) e publicada no Diário Oficial da União (Lei 13.709 de 2018).

Com isso, diante do prazo de 18 meses de vacatio legis, a eficácia plena da lei se dará em fevereiro de 2020.

Com essa sanção, o Brasil passará a contar com nível elevado de legislação, em termos de proteção dos dados pessoais, superando o atual estágio de tratamento setorial, no qual há diversos dispositivos abordando a temática (há mais 30 diplomas legais sobre o assunto – aí se inclui o Marco Civil da Internet, Código de Defesa do Consumidor, Lei de Acesso à Informação, Lei do Cadastro Positivo, entre outros). 

Como a Gestão dos Dados Mestre apoia o LGPD?

Os esforços das empresas para aperfeiçoar a coleta e o uso de dados pessoais não devem parar.

As empresas devem pensar além do LGPD, pois as que executam esforços de gerenciamento e proteção de dados estão se antecipando nas experiências com clientes e negócios.

A Gestão de Dados Mestres (MDM) é a base que continuará a apoiar seus esforços de LGPD, além de agregar valor comercial que vai muito além do LGPD.

 

O que é Gestão de Dados Mestres – MDM?

É a disciplina habilitada por tecnologia para gerenciar os dados organizacionais mais críticos que uma empresa possui – seus dados mestres.

Com uma solução adequada de Gestão de Dados Mestres, voltada para o futuro, sua empresa pode quebrar os silos de dados departamentais e integrar seus dados mestres em uma única e completa fonte de dados confiáveis.

Essa abordagem elimina fontes de dados desatualizadas, incompletas ou conflitantes, protege fluxos de trabalho de dados uniformes e permite uma sólida governança de dados.

A Gestão de Dados Mestres (MDM) pode ser aplicada a qualquer um dos vários domínios de dados, como dados de clientes, produtos, fornecedores, ativos, funcionários e localização.

Os melhores resultados são obtidos implementando a Gestão de Dados Mestres (MDM) em vários domínios de dados e combinando-os em uma chamada “solução de MDM de Multidomínio”.

LGPD E MDM – COMO ESTÃO CONECTADOS?

Apesar do LGPD, muitas empresas ainda mantêm seus dados de clientes em sistemas isolados em vários departamentos, regiões e sistemas.

O problema com isso, é que frequentemente causa informações duplicadas, incompletas ou conflitantes – com algumas fontes sendo atualizadas enquanto outras são deixadas em silos para ficarem cada vez mais desatualizadas.

A base para atender aos requisitos do LGPD de maneira eficiente é que a organização divida esses silos de dados.

Inicialmente, é preciso garantir que os dados pessoais armazenados e processados estejam corretos e atualizados.

Em segundo lugar, todos os dados associados devem ser identificados e a empresa deve saber onde esses dados são armazenados, para que são usados e quem tem acesso a eles.

Isso é precisamente o que o MDM faz.

O MDM do cliente cria uma única fonte confiável de dados do cliente.

Ele faz isso combinando tecnologia, processos e serviços para configurar e manter uma representação precisa e abrangente de cada cliente em vários canais, linhas de negócios e empresas, oriundos de várias fontes de dados associados derivados de vários sistemas de aplicativos e bancos de dados.

COMO O MDM APOIA OS SEUS ESFORÇOS LGPD?

Existem muitas situações que você pode encontrar sob o novo regulamento, aqui estão alguns exemplos:

Lidar com todos esses aspectos de maneira eficiente e com o menor risco possível se resume à qualidade dos dados, aos processos de dados e à estrutura de governança de dados organizacionais. Uma plataforma de MDM não é uma solução LGPD completa, mas estabelece os fundamentos básicos para os requisitos de LGPD e a otimização de seus processos de dados além deles.

O MDM pode ser a plataforma a partir da qual sua organização armazena, gerencia, coleta e compartilha dados pessoais confiáveis, independentemente de esses dados serem de clientes, prospectos ou dados de funcionários.

Detalhes das situações que você pode encontrar sob o novo regulamento

Violação de dados

Terá de comunicar qualquer violação à autoridade de supervisão, bem como, possivelmente, informar os titulares de dados afetados, mas, para tal, terá de poder responder a algumas perguntas básicas.

  • Quem exatamente é afetado?
  • Como eles são afetados?
  • Qual é o papel da sua empresa?
  • Quem atualmente tem acesso aos dados?
  • O que você precisa fazer para conter a violação?
  • Como você pode evitar que isso aconteça novamente?

Indivíduos exercendo seus novos direitos de dados

Se algum indivíduo pedir para ver seus dados, você precisará fornecê-lo em um formato legível.

Caso qualquer pessoa peça para ter seus dados excluídos (aplicando seu “direito de ser esquecido”), você deve excluir todos os seus dados. Isso significa não apenas cancelá-las do seu marketing, mas também apagar completamente tudo, inclusive os metadados.

Se qualquer pessoa solicitar que seus dados sejam corrigidos ou concluídos (aplicando seu “direito de retificação”), sua organização será obrigada a fazê-lo imediatamente, garantindo também que não haja versões desatualizadas ou duplicatas conflitantes do perfil de dados desse indivíduo armazenado em outro lugar .

Gerenciando consentimentos de indivíduos

Você precisa estar completamente no controle e informado sobre qual indivíduo deu o consentimento para o quê. No caso de crianças menores de 16 anos, isso se torna ainda mais urgente e complexo. O gerenciamento de requisitos de consentimento requer fluxos de trabalho de dados estritos e regras de negócios de dados, além de uma estrutura de controle de dados clara.

Limitação de armazenamento de dados

Sob o LGPD, você precisa garantir que todos os dados pessoais sejam mantidos em um formulário que permita a identificação dos titulares de dados por não mais do que o necessário para os fins para os quais os dados pessoais são processados.

Documentação para as autoridades

A pedido, você precisa documentar que todos os aspectos legais do LGPD estão sendo atendidos. Para isso, é necessário ter dados bem organizados e confiáveis. No texto do LGPD, é necessário que você “implemente medidas técnicas e organizacionais apropriadas” para poder “demonstrar que o processamento é realizado de acordo com este Regulamento” *.

Benefícios adicionais da Gestão de Dados Mestres (MDM)

Quer sejam B2B ou B2C e independentemente do setor em que operam, todas as organizações que gerenciam grandes quantidades de dados mestres podem se beneficiar da aplicação do MDM a seus produtos, clientes, locais ou fornecedores.

Além de apoiar o tratamento de dados pessoais, o MDM também oferece vários benefícios adicionais às organizações:

  • A experiência do cliente e a lealdade à marca melhoram, pois os clientes experimentam sua marca de maneira consistente, independentemente do canal escolhido.
  • Informações precisas e oportunas ajudam a lançar produtos no mercado mais rapidamente
  • Alinhamento de dados organizacionais aumenta a eficiência operacional e os fluxos de trabalho
  • Sua receita aumenta conforme o retorno do produto diminui devido a informações consistentes e confiáveis em todos os canais
  • Você pode tomar melhores decisões de negócios quando elas são baseadas em dados precisos
  • Uma abordagem de ‘registro de ouro’ aos dados produz uma colaboração melhor e mais eficaz entre grupos internos e grupos externos, como fornecedores e distribuidores.

Para saber mais sobre o gerenciamento de dados mestre, não hesite em nos contatar:

+55 (11) 4123-2946
+55 (11) 4332-2710

voxxel@voxxel.com.br
Compartilhe nas redes sociais