Traga seus sistemas legados para a sua jornada de transformação digital

Publicado por: Voxxel

Uma abordagem empresarial para a transformação

A economia digital mudou as exigências do CIO moderno.
Esses líderes de TI devem considerar o impacto nos negócios e os resultados, além de implementar, monitorar e manter a infraestrutura de TI.
Em outras palavras, eles devem empregar uma abordagem Business-first para tudo o que fazem, incluindo sua dependência de sistemas legados.

CIOs e executivos, na maior parte, reconhecem isso.
Segundo a Gartner, dois terços de todos os líderes empresariais acreditam que suas empresas precisam acelerar sua jornada digital para se manterem competitivas.
A nova geração de CIOs acredita que eles devem visualizar sistemas, aplicativos e dados corporativos no contexto mais amplo dos negócios e, ao fazê-lo, a necessidade de substituir os sistemas legados torna-se muito maior.

De fato, a suplantação desses sistemas coloca as empresas em uma posição melhor para aumentar a lucratividade, reduzir os custos operacionais e, em última análise, melhorar o resultado final.

As vantagens de substituir sistemas legados incluem:
• Maior receita: melhore as vendas, reduza os retornos e aperfeiçoe as experiências omnichannel;
• Maior eficiência: Elimine dados duplicados, remova processos propensos a erros;
• Valorização do Tempo: Aumente o onboarding de novos produtos e gerencie o ciclo de vida do produto;
• Colaboração aprimorada: Remova as barreiras departamentais e conecte-se facilmente aos parceiros;
• Risco reduzido: garantir conformidade com leis, regulamentos e padrões do setor.

Principais Benefícios
• Aumentar a rentabilidade do negócio;
• Melhore a eficiência operacional;
• Aumentar a agilidade de TI / reduzir o risco;
• Reduzir a complexidade e o custo da cadeia de suprimentos;
• Suporte aos requisitos de negócios globais.

O custo dos sistemas legados
Um sistema legado típico, baseado em tecnologias desatualizadas, cria ineficiências para CIOs e líderes encarregados de gerenciar esses sistemas.
Requisitos de desenvolvimento e entrega rígidos, falta de funcionalidade, atualizações complicadas e caras e programas difíceis de gerenciar tornam a vida do CIO mais difícil do que nunca.

Embora a maioria dos sistemas legados tenha sido projetada para oferecer automação, eles não foram projetados com flexibilidade e facilidade de uso.
Eles rastrearam materiais, gerenciamento do ciclo de vida do produto, ordens de serviço, inventário e fornecimento de serviços, mas até hoje perdem uma tremenda oportunidade de integrar e melhorar simultaneamente as atividades de front-office, como vendas, marketing, comércio eletrônico, documentação e suporte.

Modernizando a empresa
Simplificar as operações em toda a empresa, incluindo fabricação, distribuição, financiamento de varejo e cadeia de suprimentos, permite que as empresas alinhem a tecnologia com os objetivos de negócios e tratem os dados como um ativo estratégico. Ele capacita os usuários de negócios a inserir dados uma vez, disponibilizá-los em qualquer lugar para qualquer um que precise e garante precisão e confiança ao longo do caminho.
Integrar sistemas através de dados constrói e revela relacionamentos departamentais.
Além disso, ajuda a automatizar as operações – do frontend ao backend – para criar uma empresa eficiente.

As empresas entendem as implicações das interações e interdependências, como os efeitos de integrar um novo produto, que podem incluir dados para o site da empresa, lojas físicas, fornecedores e parceiros.
Ao centralizar o gerenciamento e a distribuição de dados críticos para cada um desses interessados e entender como esses dados são publicados, compartilhados e usados os negócios aprimoram o gerenciamento de dados, a governança e a qualidade e, em última análise, a tomada de decisões.

Desafios do sistema legado
• Má qualidade dos dados e falta de confiança;
• Disparar produto, cliente, fornecedor e outros dados nas unidades de negócios;
• Aumento das exigências regulamentares, de conformidade e de relatórios nos domínios de dados;
• Falha no desenvolvimento de iniciativas que exigem integração interdepartamental;
• Infraestrutura cara e o risco de falha do sistema;
• Manutenção e atualizações.

Tendências de mercado que exigem modernização
• Digitalizar, interconectar e simplificar processos;
• experiências personalizadas;
• Campanhas orientadas por dados;
• Ofertas de produtos sob medida;
• Serviços baseados em assinatura;
• Automação da cadeia de suprimentos.

Dominar Dados Críticos Aprimora Múltiplos Sistemas
•Comércio eletrônico;
•Ponto de venda;
• ERP;
• CRM;
• sistema de gerenciamento de armazém;
• sistema de gerenciamento de estoque;
• automação de marketing.

A chave: dominando seus dados herdados
Na economia global moderna, os dados são o ativo mais importante que as organizações devem explorar ao máximo para atender tanto às necessidades do negócio quanto às expectativas dos clientes.
A chave para a transformação digital e substituição de sistemas legados é dominar os dados que são vitais para o seu ecossistema de TI.

Ao dominar dados comuns, como produto, cliente, fornecedor, localização, ativos e muito mais, você pode melhorar todos os seus sistemas porque fornece uma única fonte com autoridade para estabelecer uma relação de subordinação de informações disponível em toda a organização, bem como clientes, parceiros e consumidores em geral.
Em vez de tentar mesclar vários sistemas de uma só vez, você pode melhorar o marketing, os ativos, a fabricação e outras informações para atingir suas metas de negócios.
Você substitui processos antiquados para coletar, gerenciar e distribuir informações, removendo redundância de dados, falta de padrões e baixa qualidade no processo.

Uma abordagem em fases para a transformação
Mas como você começa a dominar seus dados e inevitavelmente substitui os sistemas legados?
Muitas empresas implantam hoje uma abordagem em fases, usando uma plataforma escalonada que integra visões de produtos, clientes, fornecedores, ativos, locais e outros dados.

Frequentemente, essas empresas optam por uma plataforma de gerenciamento de dados mestres (MDM), porque ela executa as principais responsabilidades de dados, que incluem gerenciar, centralizar, organizar, sincronizar e enriquecer dados com escalabilidade.

O uso de uma abordagem de plataforma em fases permite que as organizações iniciem uma verdadeira transformação digital e oferece aos líderes de negócios flexibilidade e configurabilidade muito necessárias.
Eles podem reduzir o risco de dados imprecisos ou incompletos, o que melhora a qualidade dos dados e a satisfação do usuário final, ao mesmo tempo em que atualiza os sistemas em toda a organização ao longo do tempo.

O que você pode fazer com uma plataforma escalável
• Elimine silos e consolide dados;
• Melhorar a qualidade, consistência e confiabilidade dos dados;
• Descobrir, criar e gerenciar relacionamentos de dados;
• Melhorar a governança de dados e a administração;
• Aperfeiçoar processos de TI e entrega de dados;
• Melhore a visibilidade, a análise e a percepção.

Saiba mais sobre como transformar digitalmente sua organização clicando aqui.

Compartilhe nas redes sociais